Social Icons

Pages

8 de jun de 2010

XTerra Amazon

No último sábado (05/06/2010) participei da inaugural etapa regional do XTerra, apropriadamente denominada XTerra Amazon. A prova que fiz foi chamada Trail Run, e foi noturna (fiz 10k, mas tinha 5k também). Fazia parte do pacote do evento o Triathlon com natação no Rio Negro e com o trecho de bike verdadeiramente na selva (numa área de treinamento do Exército), além da Corrida Kids. O kit tinha uma camiseta ótima, uma lanterninha pra cabeça, gel e outros brindes. A medalha é linda, e a prova foi uma delícia! Fiquei realmente bem apreensiva, porque sabia que a prova teria uma parte do percurso dentro da selva. Na verdade, a "selva" era uma trilha dentro do Hotel Tropical, e como a prova era noturna a lanterninha foi extremamente útil. Foi lindo ver na orla do Rio Negro aquele monte de luzinha percorrendo trechos de areia e subindo trilhas enlameadas após a tempestade que caiu durante a tarde daquele sábado. Em certos momentos os trechos ficaram congestionados, pois as trilhas eram bem estreitas, mas o cheirinho de mato e a alegria do pessoal foi estimulante. Segundo os organizadores, havia mais de 1000 inscritos, um record absoluto pra região. Pela primeira vez tivemos uma prova na cidade com organização de fora, com inscrição paga (as provas aqui têm habitualmente inscrição de valor simbólico ou doação de alimentos). Mas valeu muito a pena pagar pra ver, ou melhor, participar! A organização foi muito boa, a animação no trecho de largada/chegada inigualável, vários pontos de hidratação e boa sinalização e apoiadores no decorrer de todo o percurso, que foram essenciais principalmente nos trechos de trilha, onde a iluminação era feita apenas pelas suas roupas sinalizadoras ou pelas lanterninhas dos competidores, quase breu total! Espero que no próximo ano a prova esteja aqui novamente, pois foi um prazer participar.
Como neste fim de semana recebemos a visita de meu cunhado e concunhada (bem como do bebezinho na barriguinha dela), foram todos me prestigiar no evento, e foi muito bom tê-los por perto, juntamente com meu marido e filhota, o que me causou muuuuita emoção. A chegada foi uma festa, com o locutor fazendo barulho e chamando a atenção de todo mundo porque obviamente eu fui a última a cruzar a linha de chegada dos 10k. Pra quem não sabe eu ainda sou obesa grau I e minha velocidade é bem baixa, mas eu não desisto e continuo pagando este leve mico de chegar por último. Mas como disse meu marido, chegar em primeiro, segundo, terceiro e último é o que dá ibope. Eu já aprendi isso faz tempo! rsrsrs